Sociedade

Laboratório Colaborativo em Logística na FCT

Dsc 9664
Escrito por Efigénia Marques

Projeto junta Instituto Politécnico da Guarda e empresas e instituições públicas e privadas ligadas ao setor para produzir ciência para a atividade empresarial de todo o país

O Laboratório Colaborativo na área da Logística – CoLAB LOGIN foi apresentado, no passado dia 18, pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) ao júri da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).
Criado pelo IPG em parceria com empresas e instituições públicas e privadas da área da logística, o projeto quer juntar as empresas do setor e académicos para estudarem «em conjunto as redes e os fluxos logísticos da região e do país», isto numa altura em que a Guarda vai acolher um porto seco. «A instalação próxima de um grande porto seco, reproduzindo no interior e na fronteira com Espanha as mesmas condições de envio e de chegada de mercadorias dos portos do litoral, contribuiu para interessar todos estes parceiros e será crucial no trabalho deste laboratório que irá produzir ciência para a atividade empresarial de todo o país e, também, fornecer dados e evidência aos decisores públicos para que desenhem políticas que favoreçam o desenvolvimento do interior e do país no seu conjunto», lembra Joaquim Brigas, presidente do IPG.
Paralelamente, o Politécnico irá preparar quadros profissionais qualificados para as empresas que se irão instalar e começar a operar no porto seco. «A área da logística tem sido nos últimos anos uma grande aposta do Politécnico da Guarda. O lançamento do Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) e, mais recentemente, da pós-graduação em Logística, são exemplos do reforço na aposta formativa do IPG nesta área», sublinha Joaquim Brigas. O CoLAB LOGIN junta, além do IPG, o Centre for Informatics and Systems da Universidade de Coimbra (CISUC), a Infraestruturas de Portugal, a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) e Câmara da Guarda, bem como as empresas Olano, Transportes Bernardo Marques, Coficab, R2TIR e TIR2RENT.
O projeto envolve ainda as empresas tecnológicas InovaRia – Rede de Inovação em Aveiro, a WaveCom e a Stratio Automotive, tendo como parceiros a Associação dos Transitários de Portugal (APAT), o Conselho Português de Carregadores (CPC), o NERGA – Associação Empresarial da Região da Guarda, a Associação Portuguesa de Logística (APLOG), a APP – Porto de Portugal, a Zona de Atividades Logísticas de Salamanca (Zaldesa), a Associação dos Agentes de Navegação de Portugal (AGEPOR) e a Europlatforms – Associação Europeia de Plataformas Logísticas.

Sobre o autor

Efigénia Marques

Leave a Reply

Financiamento