Sociedade

Júri concluiu provas do “Beira Interior Gourmet” no restaurante “Dsigual”

Escrito por Luís Martins

O 1º Concurso de Gastronomia e Vinhos da Beira Interior, organizado pela Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior (CVRBI), termina no próximo dia 10, mas o júri concluiu ontem, 28 de julho, as suas degustações críticas e as provas das ementas a concurso. O “Dsigual Wine House”, restaurante do centro da Guarda, foi o derradeiro ponto de encontro de um júri rotativo e exigente.

Foram 30 restaurantes de 20 concelhos dos distritos da Guarda e Castelo Branco de um “Beira Interior Gourmet” que tem a aspiração de contribuir para a harmonização entre o vinho e a comida na região.

Para Rodolfo Queirós, presidente da CVRBI, «a qualidade do vinho» da Beira Interior «é já uma certeza» e com este concurso «queremos promover a melhor relação entre os nossos vinhos e os restaurantes».

O presidente do júri, o conhecido jornalista de vinhos Fernando Melo, depois de calcorrear quilómetro por toda a região, asseverou que, «no geral, fomos surpreendidos por excelentes restaurantes» e saudou a «ousadia» dos estabelecimentos participantes, «ainda por cima com comida de Inverno que teve de ser servida no Verão», numa alusão ao adiamento do concurso por quatro meses por causa da pandemia.

Fernando Melo vai agora compilar um livro-guia, a editar pela CVRBI, sobre os restaurantes que participaram no concurso, as suas caraterísticas, o serviço, as iguarias, a comida e o vinho que serviram nas provas.

 

O menu apresentado a concurso pelo restaurante “Dsigual Wine House” teve de entrada “Tártaro de bacalhau com gema de ovo”. Boa apresentação e frescura de sabores acompanhada por um Beira Interior Branco de 2017, da Adega 23.

O prato principal foi o “Presuntinho de borrego tostado, salteado de batatinhas e legumes”. Uma perna de borrego bem tostada, sabor forte, com predomínio da mostarda antiga, bem confecionado e acompanhado por batatinhas, courgette, cogumelos frescos e mel.

O prato principal foi bem acompanhado por um “doispontocinco DOC Beira Interior Jaen Tinto de 2017” (2.5 Vinhos de Belmonte).

Para sobremesa, o chef João Costa e Ricardo Martins arriscaram com um “Petit Gateau de abóbora” com gelado de queijo Serra da Estrela, nozes e mel acompanhado pelo colheita tardia “Aforista DOC Beira Interior” , branco de 2017. O último menu apreciado pelo júri do 1º Concurso de Gastronomia e Vinhos da Beira Interior tem um preço de 24 euros.

Até dia 10 de agosto ainda pode apreciar a variedade de iguarias que os 30 restaurantes concorrentes apresentaram neste “Beira Interior Gourmet”. 

Luís Baptista-Martins 

 

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta