Sociedade

Três jovens detidos na Covilhã por sequestro e agressões para cobrar dívida de consumo de droga

Escrito por Luís Martins

Três jovens. com idades entre os 16 e 23 anos, foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita da prática de vários crimes «graves» motivados pela tentativa de cobrança de uma pequena dívida acumulada por consumo de estupefacientes.

Segundo o Departamento de Investigação Criminal da Guarda, a vítima é um servente da construção civil de 30 anos e consumidor habitual de droga que foi «sequestrada no interior da sua própria residência, no município da Covilhã, ao início da noite do último domingo, onde foi amarrada e barbaramente agredida, a murro, pontapé e também com a projeção de vários objetos sólidos».

«Gravemente ferido», o homem acabou por ser levado à força pelos detidos até à residência de um deles, onde permaneceu, sequestrado e sob vigilância, até às 8 horas desta segunda-feira, altura em que, «aproveitando o sono dos seus captores, conseguiu fugir e solicitar socorro junto dos bombeiros da Covilhã, de onde acabou por ser transportado, com ferimentos graves em todo o corpo, mas em especial na zona do rosto e da cabeça, para o Hospital da Cova da Beira», adianta a PJ em comunicado.

A Judiciária foi alertada para o sucedido e localizou e deteve os envolvidos já ao início da madrugada desta terça-feira após várias diligências de investigação que permitiram também a recolha de «relevantes elementos de prova». Os arguidos, um estudante e dois desempregados, são suspeitos da prática de «vários outros crimes na mesma natureza e/ou ainda mais graves, assim como de crimes de roubo, extorsão e tráfico de estupefacientes» e vão ser presentes a tribunal para interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação, refere a PJ.

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply

Financiamento