Sociedade

Trabalhadores do Inatel de Manteigas em greve

Escrito por Sofia Craveiro

Os trabalhadores da recepção da Unidade Hoteleira da Inatel em Manteigas estão hoje em greve.

Em causa está a decisão «incompreensível» da fundação de «alterar de forma unilateral os horários dos trabalhadores» da recepção do hotel de um dia para o outro, sem aviso prévio, de acordo com declarações de Afonso Figueiredo, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Hotelaria,Turismo, Restaurantes e Similares do Centro,que convocou o protesto.

O responsável alega que a Inatel fixou as escalas «em períodos de três meses» – ao invés das habituais trocas de turno semanais – como forma de «não pagar o subsídio de turno». Afonso Figueiredo afirma que há «um reiterado incumprimento por parte da Fundação Inatel em particular em relação às matérias da componente remuneratória», dos «subsídios de turno e noturno».

O dirigente diz ainda que a Fundação Inatel faltou ao compromisso assumido em fevereiro de 2019 – e registado em ata – de renegociação de salários do mesmo ano.

Por estes motivos os quatro trabalhadores da recepção da unidade hoteleira e responsáveis sindicais estiveram hoje reunidos com a Autoridade para as Condições no Trabalho, na Guarda, local onde foram prestadas declarações aos jornalistas.

A Unidade Hoteleira da Inatel em Manteigas emprega 24 pessoas. O INTERIOR contactou a Fundação Inatel mas não obteve resposta em tempo útil.

Saiba mais na próxima edição em papel.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta