Coronavírus Região

Proteção Civil da Guarda ativa plano de emergência distrital

Escrito por Luís Martins

A Comissão Distrital de Proteção Civil da Guarda decidiu ativar o plano de emergência distrital para «aumentar a capacidade de coordenação, controlo e articulação interinstitucional» devido à pandemia da Covid-19.

«Na sequência da proposta apresentada pela Comissão Distrital de Proteção Civil, a secretária de Estado da Administração Interna autorizou a ativação do Plano de Emergência do distrito da Guarda entre as 00h00 do dia 23 de março e as 24 horas de 3 de abril», adiantou o comandante operacional do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda, António Fonseca, em comunicado enviado a O INTERIOR.

Segundo a nota, a ativação do plano «nas atuais circunstâncias de pandemia da Covid-19 tem como objetivo aumentar a capacidade de coordenação, controlo e articulação interinstitucional, para que se implementem, de forma eficaz, as medidas preconizadas no Decreto 2-A/2020 de 20 de março, assim como reforçar os mecanismos compensatórios que permitam anular possíveis constrangimentos na capacidade de mobilização operacional dos agentes de proteção civil e demais entidades com especiais deveres de colaboração».

A ativação deste plano implica ainda a constituição de uma subcomissão permanente para «acompanhamento da situação, que procede à recolha de informação para inventariação dos danos e prejuízos que são comunicados à Comissão Distrital de Proteção Civil e entidades competentes».

Carlos Ascensão, presidente da Câmara de Celorico da Beira e da Comissão Distrital de Proteção Civil, passa a ser também diretor do plano.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta