Sociedade

Morreu Pinto Monteiro, antigo Procurador-Geral da República

Escrito por Luís Martins

Fernando Pinto Monteiro, antigo Procurador-Geral da República, morreu esta quarta-feira aos 80 anos de idade

Natural de Porto de Ovelha (Almeida), foi jurista, magistrado e juiz, culminando a sua carreira na justiça à frente da PGR. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, chegou a ser também Alto Comissário Adjunto na Alta Autoridade Contra a Corrupção, dirigente do Centro de Estudos Judiciários, secretário-geral da Associação de Juízes Portugueses – e presidente do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça, tornou-se o 10º Procurador-Geral da República Portuguesa, nomeado pelo governo de José Sócrates – e confirmado pelo então Presidente da República Cavaco Silva.

O seu mandato foi marcado por várias polémicas, sobretudo durante algumas investigações realizadas a José Sócrates, ainda antes das acusações de fraude fiscal, branqueamento de capitais e corrupção que recaíram sobre o ao então primeiro-ministro socialista. Depois de ter saído do cargo, chegou a ser acusado pelo presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público António Ventinhas de ter impedido investigações a figuras públicas poderosas.

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply

1 comentário

Financiamento