Coronavírus Sociedade

Feirantes pedem ajuda ao Governo após ficarem sem rendimentos

Escrito por Luís Martins

A Federação Nacional das Associações de Feirantes (FNAF) pediu apoio financeiro ao Governo por os comerciantes terem deixado de trabalhar e ficado sem qualquer fonte de rendimento com o cancelamento de feiras e mercados devido à pandemia de Covid-19.

Numa carta dirigida ao primeiro-ministro, António Costa, a FNAF refere que os feirantes foram esquecidos e que o que vendem nas feiras é o único meio de subsistência. «É com muita tristeza que constatamos que fomos totalmente votados ao esquecimento, neste momento tão difícil para nós», pode ler-se na missiva, adiantando que sem apoio financeiro não conseguirão «resistir e sobreviver».

Assinado pelo presidente da FNAF, Joaquim Santos, o documento alerta o Governo que os feirantes vivem daquilo que vendem nas feiras e que este é o único rendimento que lhes permite subsistir «com alguma dignidade». «Urge que nos concedam apoio financeiro», reiteram.

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply