Sociedade

Câmara da Guarda prolonga medidas de apoio a famílias, empresas e IPSS por mais um mês

Escrito por Luís Martins

O município da Guarda anunciou que decidiu prolongar as medidas de apoio às famílias, ao comércio, empresas e instituições do concelho constantes no programa “SalvaGuarda”, criado para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19, foi hoje anunciado.

A «imprevisibilidade quanto ao momento final da pandemia» é o motivo invocado para esta prorrogação. A primeira das 18 medidas municipais contempla a redução de 30 por cento das tarifas de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos, no mês de julho para todas as famílias e as microempresas e comerciantes em nome individual com a atividade suspensa durante o Estado de Emergência.

Mantém-se, entre outras ajudas, a isenção de rendas habitacionais em fogos municipais e dos valores na área da educação, bem como a isenção integral dos pagamentos de rendas, concessões, taxas ou outros rendimentos por espaços comerciais/serviços encerrados, instalados em espaços municipais ou no domínio público municipal e a redução do valor, em 50 por cento, das rendas, concessões, taxas ou outros rendimentos devidos ao município, por espaços comerciais/serviços, que se encontrem abertos, instalados em espaços municipais ou no domínio público municipal.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta