Desporto

Vila Cortês do Mondego no Campeonato de Portugal

Escrito por Sofia Craveiro

O terceiro classificado do Distrital da Guarda será o representante da Guarda no próximo Campeonato de Portugal.

O Vila Cortês do Mondego, equipa do concelho da Guarda, vai ocupar o lugar deixado vago pelo Sp. Mêda, primeiro classificado, que desistiu de participar no terceiro escalão do futebol nacional por falta de recursos financeiros para ser competitiva. Também a AD Manteigas declinou o convite pelo mesmo motivo. A decisão foi divulgada na sexta-feira pela Associação de Futebol da Guarda (AFG), à qual coube indicar o seu representante na prova devido a interrupção da competição não profissional organizada pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

«O convite foi feito primeiro ao Sp. Mêda e à AD Manteigas, primeiro e segundo classificados, respetivamente, da Iª Divisão da AFG aquando da interrupção das competições, mas os dois clubes decidiram não aceitar», adianta a AFG, que acrescenta ter deliberado indicar o seu representante no Campeonato de Portugal de 2020/21 «tendo em conta o mérito desportivo».

O clube do Vale do Mondego já terá um acordo de princípio com a Câmara da Guarda para obter um apoio financeiro superior ao da última época, sendo que a contrapartida é que a equipa passe a designar-se Vila Cortês – Guarda.

De resto, o último vencedor da Taça da AF Guarda está a tratar
da alteração da designação na FPF para alinhar no Campeonato de Portugal a partir de setembro.

O Vila Cortês, que já assegurou a continuidade do treinador Rui Nascimento e de vários atletas, vai jogar no Municipal da Guarda e também no seu reduto, o Campo 3 de Maio, onde só falta instalar a relva sintética. Segundo a FPF, com 300 habitantes, a aldeia do Vale do Mondego será a mais pequena inscrita no Campeonato de Portugal, mas terá a missão de representar o concelho da Guarda, que não tinha um representante desde a época 2002/2003 quando o Mileu Guarda Futebol Clube alinhou na III Divisão.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta