Cultura

Alunos da UBI resgatam memórias de operárias dos Lanifícios

Escrito por Sofia Craveiro

#ElasAoSomDaFábrica é o nome do projeto desenvolvido pelos alunos finalistas do curso de Ciências da Cultura da Universidade da Beira Interior(UBI) que pretende «dar ênfase ao papel desempenhado pela mulher operária, na indústria de lanifícios, essencialmente no período da diáspora». A iniciativa consiste num trabalho de investigação realizado sob o mote de «resgatar memórias materiais e imateriais das mulheres operárias fabris na indústria de lanifícios da Covilhã e região que circunda a Serra da Estrela», de acordo com comunicado divulgado pelos estudantes.

Sendo inicialmente projetado para exibição presencial a iniciativa será agora divulgada em formato digital, através do Facebook, «bem como via rádio», durante os dias 5,6 e 7 de junho, a partir das 18 horas. «O espectador terá a oportunidade de se envolver em vários momentos culturais que comportam música, pintura, dança e cinema. Além de testemunhos reais das protagonistas, haverá um espaço para que o público possa dar o seu contributo artístico através do concurso “A mulher e a fábrica”, a lançar em breve, terminando com uma performance musical», informam ainda os alunos.

O trabalho foi desenvolvido em articulação com a candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura, e envolve parcerias com o Museu dos Lanifícios da Covilhã e a CooLabora. Mais informações e programação completa na página de facebook do projeto (www.facebook.com/elasaosomdafabrica/) e no instagram (@elasaosomdafabrica).

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta