Sociedade

Câmara da Guarda decreta dois dias de luto municipal pela morte de Geada Pinto

Escrito por Luís Martins

O presidente da Câmara da Guarda decretou dois dias de luto municipal, com bandeira a meia haste, a observar este sábado e domingo, em homenagem ao cónego Geada Pinto, que morreu na sexta-feira.

Carlos Chaves Monteiro escreve no decreto de luto que, «num momento doloroso, que a todos penaliza», não pode «deixar de manifestar o seu profundo pesar e a sua solidariedade pelo falecimento de tão ilustre benemérito» da cidade, que considera um «nome incontornável no historial da defesa dos mais desfavorecidos».

Para o autarca, o falecimento do cónego Manuel Joaquim Geada Pinto é «uma perda irreparável para todos nós e, obviamente, para a sua família com quem se comunga nesta hora de dor e de profunda consternação».

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta