IPG

Painéis solares fotovoltaicos vão permitir significativa poupança anual de energia

A instalação de 400 painéis solares fotovoltaicos no Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vão permitir uma poupança anual de energia de 150.000 kWh e redução de 20 mil euros na fatura da eletricidade, todos os anos.
Recorde-se que o IPG iniciou já, nas suas residências, um projeto de eficiência energética que se espalhará a todo o campus.
Raul Santos, diretor-geral da SunEnergy (empresa com quem o IPG assinou o contrato de fornecimento do referido equipamento) comentou que “para além dos painéis solares fotovoltaicos serão instaladas também baterias para armazenar a energia excedente durante o dia para que possa ser utilizada nos consumos noturnos”.
O Instituto Politécnico da Guarda está a fazer “uma forte aposta na eficiência energética e nas energias renováveis. Com esta solução de autoconsumo, o IPG vai ser parcialmente independente e evitar a emissão de 80 toneladas de CO2/ano.”
Para o Vice-Presidente do IPG, Gonçalo Fernandes, através deste investimento e face ao caráter do projeto, o Politécnico da Guarda “tornar-se-á numa das instituições nacionais de ensino superior mais eficientes em termos de uso de fontes de energias renováveis, de capacidade de gestão técnica dos equipamentos e espaços”. Sublinhando a localização do Politécnico da Guarda, e os elevados custos com a climatização e iluminação, ao longo do ano, “este investimento contribui para que sejam alcançadas reduções significativas na fatura energética, metas de eficiência nacional e valorização do património do Estado.”

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta