António Machado

Escrito por Jornal O Interior

O presidente da Câmara de Almeida vai pedir declaração de estado de calamidade e apela ao maior controlo na fronteira, em especial considerando que na semana da Páscoa há maior fluxo de pessoas a passar por Vilar Formoso. O autarca considera que deve haver mais cuidados profiláticos a quem entra no país. O mesmo apelo, de bom senso e cuidado, tem feito junto dos cidadãos do concelho. Especialmente depois do primeiro caso confirmado, uma mulher da Parada, em que a Câmara de Almeida de forma célere identificou as pessoas que estiveram contacto com a mulher infetada e decretou que 90 teriam de ficar em quarentena.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta