Cultura

Obra fonográfica de Zeca Afonso vai ser classificada como de interesse nacional

Escrito por Luís Martins

O Ministério da Cultura vai abrir um processo de classificação da obra fonográfica do músico José Afonso, como «conjunto de bens móveis de interesse nacional».

É a primeira vez que a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) inicia um processo de classificação de uma obra fonográfica, revelou este sábado o Ministério da Cultura em comunicado, na véspera de se assinalar o 91º aniversário do nascimento de José Afonso, que é homenageado no domingo, em Belmonte, com a inauguração de uma estátua em tamanho real.

Segundo a tutela, o processo de classificação ajudará a «consolidar informação relativa à obra gravada, publicada ou não, do artista». A decisão hoje anunciada surge um ano depois do parlamento ter aprovado um projeto de resolução do PCP que recomendava ao Governo a classificação da obra de José Afonso como de interesse nacional, com vista à sua reedição e divulgação.

Há um ano, também a Associação José Afonso (AJA) reuniu mais de 11 mil assinaturas numa petição pública que apelava à mesma decisão.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta