Cultura

Câmara da Guarda já tem substituto para José Amaral Lopes

Escrito por Sofia Craveiro

Na última sessão do executivo guardense, em que foi aprovado o orçamento municipal para o próximo ano, ficou a saber-se que a Câmara gastou 62.545 euros nos últimos dois anos na candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura.

O antigo coordenador executivo José Amaral Lopes auferiu mais de 32.500 euros de vencimentos e uma empresa de consultadoria recebeu cerca de 28 mil euros pelos seus serviços. No final da reunião, Carlos Chaves Monteiro adiantou aos jornalistas que o município já escolheu o substituto de José Amaral Lopes e que o mesmo será anunciado nas próximas semanas. «É a nossa primeira opção entre dois/ três nomes sondados», disse o autarca, para quem o novo coordenador executivo terá que ser uma pessoa com «currículo e trabalho na área da cultura, com conhecimento do território e com dimensão internacional, nomeadamente de proximidade a um conjunto de decisores ligados à União Europeia e aos fundos comunitários».

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Leave a Reply

Financiamento