Cultura

As vozes de Jaap Blonk no Calafrio

O poeta sonoro holandês Jaap Blonk é o convidado da sessão 35 do ciclo “Contradizer”, agendado para sábado (21h30) na sede do Calafrio, na Guarda.
O também compositor e performer é um dos nomes mais conhecidos e importantes da produção contemporânea em poesia sonora e poesia em performance. Estudou física, matemática e música. Começou a trabalhar com poesia sonora na década de 70, ao descobrir a “Ursonate” (1922-32), de Kurt Schwitters (1887-1948). A sua performance da famosa sonata fonética do poeta dadaísta alemão tornou-se uma das mais conhecidas e respeitadas.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta