Arquivo

Tim Holehouse na Guarda e Fundão

O bluesman Tim Holehouse atua amanhã à noite na sede do Aquilo Teatro, na Guarda, e sábado n’A Moagem (Fundão).

A tocar pela primeira vez em Portugal, o guitarrista inglês procura seguir as pisadas dos músicos do Delta Blues das décadas de 1920 e 1930. O prazer de tocar e partilhar a música é o aspeto a que o autor de “Grit” dá maior importância. «A definição dos bluesmen diz que são homens à margem da sociedade e assombrados pelos seus demónios pessoais. Quando o bluesman chegava a uma nova cidade, ele tocava a troco de esmola nas esquinas ou em frente a uma barbearia ou restaurante. Tinha também uma extraordinária capacidade de relacionar-se com a sua audiência em cada lugarejo em que parava, criava laços que lhe seriam proveitosos na próxima passagem, daí a um mês ou um ano. Eu viajo e toco música pela música», refere Tim Holehouse na apresentação do seu concerto.

Sobre o autor

Leave a Reply

Financiamento