Sociedade

Tribunal condena a pena de prisão condutor que atropelou mortalmente duas mulheres na Guarda

Escrito por Luís Martins

O condutor que atropelou mortalmente duas mulheres na Guarda, em janeiro, foi condenado a três anos de prisão efetiva.

O Tribunal da cidade considerou a conduta deste homem de 30 anos «irresponsável e imprudente», uma vez que seguia em excesso de velocidade e sob o efeito de álcool. Além desta condenação, a seguradora do condutor terá de proceder ao pagamento de 215 mil euros às famílias das vítimas, uma mulher de 71 anos, e outra de 78, que seguiam no passeio quando foram atropeladas. A defesa, a cargo de José Martins Igreja, vai analisar o acórdão para decidir se recorre ou não da decisão.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta