Sociedade

Saiba quais são as datas possíveis para votar antecipadamente nas legislativas

Legislativas 2019
Escrito por Efigénia Marques

As eleições são a 30 de janeiro, no entanto os eleitores podem votar em dias diferentes

As eleições legislativas foram marcadas para 30 de janeiro pelo Presidente da República quando decidiu dissolver o Parlamento na sequência do chumbo do Orçamento de Estado. No entanto, há datas alternativas para os eleitores poderem exercer o seu direito ao voto.
Entre os dias 17 e 20 vão poder votar os presidiários e pessoas que estejam internadas no hospital. Para isso, era necessário entregar, até dia 10, um requerimento no site que o Ministério da Administração Interna criou para o efeito. Nas últimas eleições (presidenciais) 2.476 pessoas inscreveram-se neste regime, 2.315 presos e 161 doentes. Entre 18 e 20 de janeiro vão poder votar os deslocados no estrangeiro, seja em exercício de funções públicas ou privadas, em representação oficial da seleção nacional, estudantes, investigadores, docentes, doentes em tratamento e quem com estes vive. Neste caso, os eleitores apenas têm que se dirigir às representações diplomáticas nesses dias e exercer o seu direito ao voto.
Já no dia 23 de janeiro exerce-se o chamado voto em mobilidade. Neste regime todos aqueles que estão recenseados podem votar e podem escolher onde querem votar. Para isso basta fazer a inscrição no site que o Ministério da Administração Interna criou para o efeito, entre 16 e 20 de janeiro. Nas últimas presidenciais 246.922 pessoas inscreveram-se nesta modalidade. Por último, nos dias 25 e 26 poderão votar as pessoas que residem em lares ou semelhantes, ou quem, devido à Covid-19, cumpre isolamento em casa. O voto será exercido no respetivo lar de idosos e na respetiva morada de quem esteja em confinamento, sendo que o pedido deve ser feito entre os dias 20 e 23 de janeiro no mesmo site do Ministério da Administração Interna.

Sobre o autor

Efigénia Marques

Leave a Reply

Financiamento