Sociedade

Relatório técnico revela «obra ilegal desde 1975» na Rua do Repouso (Guarda)

Escrito por Luís Martins

A reunião da semana passada ficou também marcada pelo relatório dos técnicos da Câmara às obras realizadas pela empresa Transportes Guardenses, na Rua do Repouso, na Guarda-Gare, e cujas conclusões levaram ao embargo dos trabalhos. Cristina Correia disse aos jornalistas no final da sessão que «é uma ilegalidade desde 1975» e que os trabalhos foram levados a cabo em terrenos classificados como Reserva Agrícola Nacional (RAN).

«A situação manteve-se até hoje sem o assunto ter sido resolvido ou a Câmara ter atuado», afirmou a vereadora do PS, para quem os munícipes que denunciaram a situação «têm razão» e é agora necessário «arranjar uma solução». Entretanto a autarquia decidiu embargar a obra, que está em curso: «Vamos avaliar a legalidade do que está feito, se há licenciamentos ou não para as ampliações feitas, é um assunto complexo. Mas estamos em 2020 e a tutela jurídica só aconteceu agora com este relatório», admitiu Carlos Chaves Monteiro.

Nesta sessão Cristina Correia também pediu mais informações sobre a intenção do corte de «cerca de 50 árvores» na Avenida Alexandre Herculano e Alameda de Santo André, no âmbito da empreitada de requalificação que vai ser iniciada. «Estamos contra este arboricídio em massa que a Câmara quer fazer», disse a vereadora, que adiantou que o município vai reunir com a Quercus para estar a melhor solução.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta