Sociedade

Novas unidades hoteleiras para a Guarda

Escrito por Luís Martins

O executivo da Câmara da Guarda aprovou, na segunda-feira, a proposta de redução das obrigações fiscais do projeto de requalificação do Hotel Turismo e reconhecimento como de interesse municipal a construção de uma unidade hoteleira de cinco estrelas em Cavadoude, na zona do Vale do Mondego, e de uma unidade de turismo rural, em Aldeia Viçosa, pertencente ao vice-presidente da Câmara, Carlos Chaves Monteiro, que não participou na votação deste assunto.

Considerando que «a Guarda bem precisa de turistas», o vereador do PS aproveitou para recordar os números de dormidas por concelho em 2017, recentemente revelados por O INTERIOR, para concluir que a «Guarda continua muito aquém da Covilhã», bem como do Fundão e Seia. Álvaro Amaro justificou os dados com o facto da cidade mais alta ter «menos camas», mas Pedro Fonseca respondeu que «o mercado não vê a necessidade de se criarem unidades de alojamento na Guarda». Na sua opinião, a política da maioria relativamente ao turismo «tem sido um desastre».

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply

Financiamento