Sociedade

Emigrantes devem cumprir «escrupulosamente» recomendações da DGS, diz presidente da Câmara da Guarda

Escrito por Luís Martins

O presidente da Câmara da Guarda apela aos emigrantes que venham passar férias à terra natal que «cumpram escrupulosamente» as recomendações das autoridades de saúde para evitar eventuais contágios de Covid-19.

«Como cidadãos responsáveis e preocupados, os nossos emigrantes têm que cumprir escrupulosamente todas as recomendações, como o uso de máscara, a higienização das mãos e o distanciamento físico, que são «transversais a todo o mundo», disse Carlos Chaves Monteiro aos jornalistas no final da reunião do executivo realizada na quinta-feira.

O autarca apelou à «consciência cívica e individual» de cada um, alertando que, com o regresso dos emigrantes, são, «desde logo», as famílias «que estão em causa»: «Se eu não tiver cuidado, é a minha família que está em risco. Se a minha família não tiver cuidado, sou eu que estou em risco», afirmou o edil guardense, que não é adepto de que que cumpram a quarentena. 

«É importante que os nossos emigrantes venham passar férias às suas terras de origem porque contribuem para dinamizar a economia local», afirmou Carlos Chaves Monteiro. 

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta