Covid-19

Primeiro-ministro admite «rever medidas» se casos de Covid-19 voltarem a subir

Escrito por Luís Martins

António Costa admitiu esta quinta-feira voltar atrás no desconfinamento se os casos de Covid-19 tornarem a subir.  

«Sempre que ultrapassarmos 120 casos por 100 mil habitantes ou que o nível de transmissibilidade (R) ultrapasse o 1, teremos de rever as medidas. O R atual é de 0,78», garantiu o primeiro-ministro respondendo aos jornalistas.

«O que vai acontecer a partir de agora depende de todos nós. Vacinação, rastreamento e testagem são instrumentos complementares», acrescentou, justificando que «adotámos um programa muito conservador, a conta-gotas, para não corrermos riscos excessivos».

Para António Costa, este é um plano «que responde à necessidade de combater à pandemia e à reabertura da sociedade. Os profissionais da restauração dirão que o plano é lento demais, outras pessoas dirão que é rápido demais». 

O primeiro-ministro garantiu ainda que existe «grande solidariedade institucional com o Presidente da República».

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply

Financiamento