Covid-19 Sociedade

Covid-19: DGS e ULS fazem recomendações às escolas

Robert Schumann Primary School In Wiesbaden
Escrito por Carina Fernandes

A Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), faz algumas recomendações para as famílias relativamente à situação epidemiológica nas escolas.

Com o regresso das aulas há cerca de duas semanas e o número de casos a aumentar as entidades de saúde pública reforçam as recomendações que cada aluno e encarregado de educação deve seguir caso testem positivo.

Recorde algumas das medidas, de acordo com documento emitido pela ULS da Guarda:

  • Caso positivo – não vai à escola e permanece em isolamento 7 dias, a menos que agrave o seu quadro clínico. O caso positivo não necessita de fazer nenhum teste para ter “alta”.
  • Contacto de alto risco (coabitante de um caso positivo, que não tenha dose de reforço ou não esteja no período de recuperação) – não vai à escola e permanece em isolamento 7 dias. Os contactos devem fazer 2 testes (Trag ou PCR): ao 3º e ao 7º dia, sendo que este último, se for negativo, determina o fim do isolamento profilático.
  • As equipas de Saúde Pública, no atual paradigma de abordagem da epidemia provocada pela variante Ómicron, têm uma intervenção comunitária, de apoio à escola, se pertinente, e não como intervenção de Autoridade de Saúde.
  • Relativamente à testagem, não pode ser obrigatória, por lei, pelo que deve ser fortemente incentivada.  As pessoas que testem positivo ou que apresentem sintomas serão sempre retirados da escola. As que sejam contactos de baixo risco, permanecerão na escola, devendo fazer teste. Caso não o façam e venham a apresentar sintomas, irão para casa até esclarecimento da situação clínica (positivo ou não para SARS-CoV-2).

Sobre o autor

Carina Fernandes

Leave a Reply

Financiamento