Coronavírus

Concelho da Guarda chega aos 100 infetados com Covid-19

Escrito por Luís Martins

Na última semana registaram-se 27 novos casos de Covid-19 na área da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, que contabiliza atualmente um total acumulado de 424 pessoas infetadas.

De acordo com o último relatório epidemiológico divulgado esta sexta-feira, apenas em Fornos de Algodres e Manteigas não se verificaram novos casos. Todos os restantes concelhos somaram mais pessoas doentes, com destaque para a Guarda, onde se verificaram mais dez infetados relativamente a 18 de setembro. O município sede do distrito conta agora um total acumulado de 100 pessoas com Covid-19, o número mais elevado da região.

Nesta última semana houve mais 3 doentes recuperados (eram 301 a 18 de setembro),  mais cinco internados (11 no dia 18), mais 302 contactos vigiados pela Unidade de Saúde Pública (3.524 no dia 18), mais 66 contactos em vigilância pela USP (349 no dia 18), +17 casos no domicílio (68 no dia 18) e mais 7 casos em profissionais de saúde (15 no dia 18). Não se registou nenhum óbito neste período.

Em termos concelhios, além da Guarda ter atingido os 100 casos, Almeida conta agora com um total acumulado de 12 pessoas infetadas (+2), Celorico da Beira chegou aos 16 (+2) e Figueira de Castelo Rodrigo registou 36 pessoas testadas positivo (+2).

De acordo com o último relatório epidemiológico da ULS, a situação em Fornos de Algodres não sofreu alterações com cinco casos, tal como em Manteigas (7), enquanto em Gouveia há 34 doentes (+2) e 5 na Mêda (+1).

Em Pinhel, o total acumulado subiu para 37 (+1) e para 6 no Sabugal (+2), o mesmo aumento registado em Seia, que conta 43 infetados. Em Trancoso há 30 casos (+3) e 93 em Vila Nova de Foz Côa (+1), onde não havia novos registos de infeções desde maio.

Já em Aguiar da Beira, município que não é abrangido pela ULS da Guarda, há 23 casos ativos do novo coronavírus, de acordo com informação da autarquia divulgada este sábado.

Em termos etários, a faixa dos 40-49 anos foi a que registou mais novas infeções, com um aumento de 14 casos (para 39) relativamente ao relatório de 18 de setembro.

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply