Sociedade

Aprovado reforço de 15 milhões de euros para apoiar setor dos vinhos

Escrito por Sofia Craveiro

Maria do Céu Albuquerque, aprovou na sexta-feira um pacote de medidas excecionais para apoiar o setor dos vinhos.

O reforço de 15 milhões de euros destina-se à «à destilação de vinhos com Denominação de Origem ou Indicação Geográfica e ao apoio ao armazenamento de vinho em situação de crise», adianta uma nota de imprensa enviada a O INTERIOR. As medidas constam do Programa Nacional de Apoio relativo ao Exercício Financeiro FEAGA de 2020. Dez milhões de euros destinam-se à destilação de vinho, «num total de 100 mil hectolitros de vinho com Denominação de Origem e de 200 mil hectolitros de vinho de Indicação Geográfica».

Quanto ao apoio ao armazenamento, «a dotação orçamental é de 5 milhões de euros», especifica a tutela. Os pedidos de pagamento devem ser apresentados, no caso dos destiladores, até 13 de setembro e, no caso do armazenamento, até 30 de setembro.

Maria do Céu Albuquerque afirma que estes apoios visam «dar resposta às necessidades do setor, permitindo aos operadores planear a próxima vindima e gerir adequadamente os seus stocks com vista a apoiar um regresso gradual a uma situação normal de mercado». A titular da pasta da Agricultura anunciou ainda um reforço do Regime de Apoio à Reestruturação e Reconversão da Vinha (VITIS) no valor de 23,5 milhões euros.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta