Região

Vale do Côa é o próximo destino do Clube Escape Livre em julho e agosto

Escrito por Luís Martins

Em julho e agosto o Clube Escape Livre vai organizar passeios às gravuras rupestres e ao Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, numa iniciativa limitada a 18 pessoas por passeio. O projeto “Nos Caminhos das Gravuras Rupestres” foi apresentado esta quinta-feira no Museu do Côa.

O programa que tem como destino o Património da Humanidade do Vale do Côa parte do Longroiva Hotel & Termal SPA, no concelho da Mêda, onde ficarão alojados os participantes, e contempla dois dias de todo-o-terreno turístico e de lazer com visita à Adega e Quinta Vale d’Aldeia, também no concelho da Mêda, e chegada à Canada do Inferno. Aí está prevista uma descida do rio Côa em caiaque até ao núcleo de arte rupestre do Fariseu, local onde, em abril, foi descoberta a mais recente gravura do Parque Arqueológico do Vale do Côa e que se estima ser a maior do mundo ao ar livre. Segue-se uma vista o Museu do Côa e à Quinta da Ervamoira completam o programa.

A atividade foi revelada numa sessão que contou com a presença de Isabel Ferreira, secretária de Estado da Valorização do Interior, Bruno Navarro, presidente da Fundação Côa Parque, bem como dos autarcas da Mêda e Vila Nova de Foz Côa, Anselmo Sousa e Gustavo Duarte, respetivamente. Para a governante, a valorização do interior começa «com os atores locais e com os autarcas que têm um papel muito importante nestes territórios e depois com todas as dinâmicas que se instalam».

Já Bruno Navarro disse tratar-se de um projeto que vai divulgar «os nossos recursos endógenos» e que «está condenado ao sucesso, porque junta duas instituições, a Fundação Côa Parque com uma dimensão nacional e internacional, e o Escape Livre, com um histórico de colaboração e presença no território verdadeiramente notável». Por sua vez, Luis Celínio, presidente do Escape Livre, considerou que «depois destes meses de confinamento, uma vez encontrada a abertura legal que permite o regresso a alguma normalidade, as pessoas merecem voltar a sentir a sensação de liberdade e anseiam desfrutar de algumas alegrias e prazeres da vida. Na ótica da economia, é urgente voltar a apostar na divulgação da região, a dinamizar o turismo e reativar o mercado».

A organização garante o cumprimento de todas as normas exigidas pelas autoridades e também pelo selo “Clean & Safe”, recebido recentemente do Turismo de Portugal. Os passeios “Nos Caminhos das Gravuras Rupestres” decorrem nos dias 20/21, 22/23 e 24/25 de julho, e nos dias 8/9, 10/11 e 12/13 de agosto. As inscrições podem ser feitas através do email escapelivre@escapelivre.com, A Finiclasse, concessionário Mercedes-Benz na Guarda e Viseu, é outra parceira desta atividade ao ceder viaturas todo-o-terreno da marca alemã.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta