Região

Figueira de Castelo Rodrigo: Aprovadas medidas extraordinárias de apoio às famílias e empresas

Escrito por Jornal O Interior

A Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo vai implementar «de imediato» medidas extraordinárias de apoio às famílias e empresas para dinamizar a economia local na sequência da crise provocada pela Covid-19.
Está prevista a isenção «nos meses de abril, maio e junho» das rendas das habitações sociais, bem como a disponibilização de funcionários para, «diariamente, continuar a satisfazer necessidades, nomeadamente de alimentação, de recolha de encomendas de bens de primeira necessidade e de medicamentos ou outros que se mostrem fundamentais, a quem o solicitar». Entre outras medidas, a iniciativa “Pagamento Zero” garante que todos os munícipes ficam isentos do pagamento de taxas, licenças e rendas empresariais em abril, maio e junho. Também os consumidores do primeiro escalão estão isentos do pagamento da água no mesmo período, enquanto no segundo escalão é concedida uma redução de 50 por cento no valor faturado. A autarquia estima que estas ações resultarão para os munícipes «num benefício que rondará os 200 mil euros», verba que resultará da reafetação de despesas em eventos que não se realizarão este ano, como a recriação histórica da batalha da Salgadela, o Figueira Com Vida e o Slalom Sprint Castelo Rodrigo.
A autarquia decidiu atribuir também um apoio financeiro mensal equivalente ao salário mínimo nacional, nos meses de abril, maio e junho, «às empresas impedidas ou limitadas de exercer qualquer atividade comercial durante a vigência do estado de emergência e que apresentem redução de 50 por cento no valor da faturação face ao período homólogo de 2019». Esta medida terá um custo de 400 mil euros. A Câmara figueirense deliberou ainda proceder «ao pagamento imediato» dos valores em dívida aos fornecedores.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta