Região

CIMBSE: 573 mil euros para reforçar rede de transportes públicos

Escrito por Jornal O Interior

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) vai receber 573 mil euros do Estado para reforçar os serviços de transportes públicos que servem a região, de acordo com o diploma publicado na sexta-feira em “Diário da República”.
Este apoio destina-se a reduzir a utilização do transporte individual e, no total, implica a distribuição de 15 milhões de euros pelas 21 CIM, uma verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 no âmbito do Programa de Apoio à Densificação e Reforço da Oferta de Transporte Público (PROTransP). O objetivo é «promover o reforço dos atuais serviços e a implementação de novos serviços de transporte público, regular e flexível, que resultem em ganhos em termos da acessibilidade dos territórios e das suas populações aos principais serviços e polos de emprego», justifica o Governo. Os critérios de distribuição das verbas pelas CIM tiveram «em consideração o potencial de captação de procura ao automóvel, aferido com base na população que utiliza o automóvel nas deslocações pendulares», com base nos dados dos Censos de 2011.
As CIM vão receber 40 por cento destas verbas agora e os restantes 60 por cento até trinta dias após a apresentação de um plano de aplicação do PROTransP. Com direito a mais de um milhão de euros estão as Comunidades Intermunicipais de Coimbra (1,3 milhões), Algarve (1,2), Ave (1,2), Cávado (1,2), Aveiro (1,1), Oeste (1,0) e Tâmega e Sousa (1,0). Na região Centro, a CIM Viseu-Dão-Lafões receberá mais de 738 mil euros, a Beira Baixa terá direito a quase 211 mil euros, Leiria a mais de 960 mil euros, o Médio Tejo a 679 mil euros e a Lezíria do Tejo a 693 mil euros.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta