Região

Castelo Rodrigo abre hoje ciclo de animação “12 em Rede – Aldeias em Festa”

Escrito por Pedro Duarte

A edição 2020 do ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” começa este domingo na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo com uma festa inspirada nas raízes judaicas.

Intitulado “Exodus”, o evento vai recordar o livro sagrado do Antigo Testamento que conta a saída dos judeus do Egito e «simboliza as partidas e chegadas de que Castelo Rodrigo tem sido palco», adianta a associação das Aldeias Históricas de Portugal, que organiza este ciclo. Serve também para evocar a presença de uma comunidade judaica naquela localidade do concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, que ainda hoje conserva várias marcas da sua existência, da Casa do Rabino, em cujo peitoril se vislumbra uma estrela de cinco pontas, à cisterna medieval – que terá sido uma antiga sinagoga – passando pela antiga judiaria. De acordo com os promotores, persistem igualmente no imaginário dos residentes de Castelo Rodrigo «inúmeros mitos sobre a comunidade judaica, desde logo com a “Lenda da Marofa”, sobre os judeus Zacuto e a sua filha Ofa que terão escolhido Castelo Rodrigo como nova morada». Mais real foi a história de Ephraim Bueno, cujo nome cristão era Martim Álvares, que foi obrigado a deixar a sua terra natal para estudar e tornar-se médico de renome na Holanda.

O ciclo “12 em Rede – Aldeias em Festa” foi este ano adaptado ao contexto pandémico que se vive e terá participação limitada e transmissão online via “streaming”. O programa prolonga-se até novembro e no dia 12 decorre em Linhares da Beira, com o espetáculo “Era uma vez em 1169”, realizando-se sete dias depois em Belmonte, sede da associação, com o tema “Por Terras de Cabral”. No dia 26 será a vez de Marialva (Mêda) com o espetáculo “As mulheres de Marialva”. Seguem-se Castelo Mendo (2 de outubro), Almeida (dia 3), Piódão (dia 4), Sortelha (dia 17), Castelo Novo (dia 24), Idanha-a-Velha (dia 31) e Monsanto (7 de novembro).

Sobre o autor

Pedro Duarte

Leave a Reply