Especial Pinhel Publirreportagem

Um vinho para brindar aos 250 anos da cidade

Escrito por Jornal O INTERIOR

Para celebrar os 250 anos de elevação a cidade, o município de Pinhel encomendou um vinho comemorativo à Adega Cooperativa local. O “Pinhel Cidade Falcão 1770-2020” é um tinto reserva de 2015 (Beira Interior DOC) saído das vinhas mais antigas do concelho, onde predominam as castas Rufete, Marufo, Touriga Franca e Tinta Roriz.
Para Luís Ribeiro, enólogo da Cooperativa, «este vinho é um marco, é uma fotografia do passado, do presente e do futuro e é um vinho que está na sua plenitude, adulto, para se beber já». Na sua opinião, o “Pinhel Cidade Falcão” «representa muito bem a tradição aromática» dos vinhos do concelho que é o maior produtor da Beira Interior. Esta edição especial da adega começou a ser engarrafada em meados de fevereiro e foi colocada à venda no posto de turismo da cidade no final de julho, tendo sido produzidas 13 mil garrafas de 0,75 litros e 250 garrafas de 1,5, 3 e 5 litros, respetivamente. Segundo Rui Ventura, autarca de Pinhel, a iniciativa destina-se «não só assinalar uma data de relevo, como são os 250 anos da cidade, mas também homenagear todos aqueles que trabalham a terra e contribuem para a excelência dos vinhos de Pinhel, sem dúvida um dos melhores embaixadores do concelho».
«Os 1.400 produtores de vinho que há neste concelho merecem esta homenagem», justifica o autarca, apesar «das muitas dificuldades» e ainda mais «no momento que vivemos» de pandemia.

Sobre o autor

Jornal O INTERIOR

Leave a Reply