Política

«Temos de reverter o erro de dividir o distrito», diz Vítor Pereira

Escrito por Sofia Craveiro

Perante uma sala repleta, na Biblioteca Municipal da Covilhã, Vítor Pereira – atual presidente da comissão política concelhia da Covilhã do Partido Socialista – apresentou ontem a Moção de Orientação Política para a sua candidatura à Federação distrital de Castelo Branco, sob o mote “Um novo tempo para o PS”.

O candidato referiu a vontade de «unir o partido» no distrito e de «manter e, se possível, aumentar o número de autarquias locais [nas eleições de] 2021». «Quero que, no distrito o PS seja uma verdadeira federação, ou seja, uma força agregadora», declarou o atual Presidente da Câmara Municipal da Covilhã.

O discurso foi precedido por mensagens dos autarcas apoiantes nomeadamente António Soares, edil de Penamacor, António Dias Rocha, Presidente Câmara Municipal de Belmonte, Armindo Jacinto, presidente do município de Idanha-a-Nova, João Lobo, que preside ao concelho de Proença-a-Nova e o mandatário Carlos Casteleiro, que manifestaram o seu apoio ao candidato covilhanense.

 

Na Moção apresentada é destacado o «crescente desinvestimento do estado» na região, que tem «potencialidades subaproveitadas». «Tem sido prática do PS o abrandamento da actividade política interna sempre que nos encontramos numa posição de governação», lê-se no documento.

A reconfiguração das comunidades intermunicipais continua a ser defendida pelo candidato, que refere «a luta por uma maior integração regional e intermunicipal». «Temos de reverter o erro de dividir o distrito em várias Comunidades Intermunicipais, não é útil nem eficaz que a articulação das políticas da região se faça com a região divida em três», lê-se na moção apresentada.

São ainda destacados temas como «sustentabilidade ambiental», a importância das «políticas de mobilidade regional», os problemas nos «serviços públicos» da região e a defesa da «regionalização».

Como objetivos concretos é mencionada a «electrificação, requalificação e valorização da linha da Beira Baixa», a construção do «IC31 que nos liga a Espanha e o IC6 para Coimbra», a concretização de «uma barragem que permita o regadio para a zona do Campo Albicastrense e Vila Velha de Rodão bem como o antigo desígnio de levar o regadio à margem direita do Zêzere na Cova da Beira», além da «construção da Barragem das Cortes».

As eleições para a federação distrital de Castelo Branco do PS decorrem no próximo dia 13 de março. Além de Vítor Pereira é também candidato Leopoldo Rodrigues, atual presidente da Junta de Freguesia de Castelo Branco.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta