Política

Júlio Santos diz que Sérgio Costa quer instaurar «governo sombra» da Câmara na concelhia PSD da Guarda

Escrito por Luís Martins

«Não pode haver um PSD concelhio que esteja contra o PSD que dirige os destinos da Câmara», considera Júlio Santos.

Esta segunda-feira, na apresentação da sua candidatura à secção local do partido, o militante apontou “baterias” a Sérgio Costa, que disse liderar uma lista candidata à autarquia. 

«Não podemos deixar que intenções pouco claras e obscuros interesses de terceiros destruam o capital político conseguido e instaurem um “governo sombra” na concelhia da Guarda», declarou Júlio Santos, para quem Sérgio Costa «está a fazer oposição» à maioria social-democrata liderada por Carlos Chaves Monteiro no executivo municipal.

O candidato fez também questão de frisar que nunca foi «”apaniguado” de nenhum líder», nem tem «”atilhos” políticos» ou toma decisões por «diretivas ou “conselhos telefónicos”».

Da sua lista fazem parte Ester Amorim, candidata à mesa do plenário de secção, bem como Granja de Sousa e Ricardo Neves de Sousa, para os lugares de vice-presidentes da comissão política concelhia.

Saiba mais na próxima edição de O INTERIOR.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta