Política

António Monteirinho: «É lamentável que governação da Câmara da Guarda possa estar ser subalternizada por problemas de afirmação de egos políticos»

Escrito por Luís Martins

O PS da Guarda considera que «os mandatos devem ser cumpridos» e apela ao PSD para que assuma «as suas responsabilidades» na gestão da Câmara, disse esta quarta-feira António Monteirinho em conferência de imprensa.

O líder concelhio reagiu à retirada de pelouros ao vice-presidente Sérgio Costa pelo presidente social-democrata Carlos Chaves Monteiro pedindo «serenidade»: «Parece-nos lamentável que a governação do município possa estar a ser subalternizada, e até negligenciada, por querelas político-partidárias e por problemas de afirmação de egos políticos» na concelhia do PSD, criticou António Monteirinho.

O socialista garante que o PS assumirá «neste clima de instabilidade política» o papel de «garante do necessário equilíbrio» para a governação da autarquia e reitera que «ainda não é o tempo para o julgamento político» da gestão do PSD na Câmara da Guarda.  Saiba mais na próxima edição de O INTERIOR.     

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta