Coronavírus Política

António Costa pede aos emigrantes que «passem a Páscoa nos países onde residem»

Escrito por Luís Martins

O primeiro-ministro pede aos emigrantes para que «passem a Páscoa nos países onde residem».

Na declaração que fez esta quarta-feira após um Conselho de Ministro extraordinário, António Costa considerou que o mês de abril é «um momento particularmente difícil, porque as pessoas estão a sofrer perdas de rendimento, porque o cansaço da contenção vai-se acumulando e devido ao período da Páscoa».

Nesse sentido, o chefe do Governo admitiu que a Páscoa deste ano «vai ter de ser diferente», pois «as pessoas não vão poder ir à terra e às segundas habitações». Quanto aos emigrantes, o primeiro-ministro foi taxativo: «Gostamos sempre de acolher de braços abertos os portugueses que vivem lá fora, mas pedimos-lhes para que passem a Páscoa nos países onde residem. Não é o melhor momento para virem, haverá outros», declarou.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta