Política

«Ainda não é tempo de desconfinamento», avisa António Costa

Escrito por Luís Martins

O Conselho de Ministros aprovou, «sem qualquer alteração», a renovação do estado de emergência, acaba de anunciar o primeiro-ministro.

Segundo António Costa, «continuamos a decrescer no número de novos casos todos os dias e estamos a registar uma franca melhoria no cenário da União Europeia. Há 15 dias estávamos em primeiro lugar no ranking de novos casos, agora estamos na 13ª posição. Porém, ainda não é tempo de desconfinamento».

«Estamos melhor do que a nossa pior situação, mas estamos pior do que no dia do desconfinamento da primeira vaga (242 novos casos a 4 maio) e quando iniciámos o estado de contingência em setembro (425 casos a 15 de setembro)», acrescentou, alertando que o país continua a ter um número elevado de internamentos: «Temos 2.404 internados face aos 813 a 4 de maio e aos 478 a 15 de setembro)», recordou.

Dados que levam o chefe do Executivo a declarar que «estamos ainda longe de nos podermos comparar com a situação em que estávamos quando desconfinámos no ano passado e quando declarámos o estado de contingência». Para António Costa, «tudo recomenda que adotemos a maior prudência».

 

Sobre o autor

Luís Martins

Leave a Reply

Financiamento