Carta aberta ao Sr. Presidente da Câmara Municipal da Covilhã

Escrito por Jornal O Interior

Exmo. Dr. Vítor Pereira.
Todos sabemos que estes são tempos novos devido ao surto do Covid-19, eu como covilhanense e cidadão deste concelho, escrevo-lhe com o intuito de lhe dar a conhecer a minha preocupação e muito provavelmente a preocupação de toda a população do nosso concelho.
Sei que a Câmara Municipal já tomou medidas, e bem, quanto ao atendimento ao público nas diversas repartições, mas durante todo este tempo tem-se esquecido da população que está em quarentena na cidade e no concelho, sabendo o sr. que no nosso concelho reina a politica dos baixos salários, ou seja do salário minino nacional (635 euros), e estando já tanta gente em casa e muito provavelmente a partir de hoje [dia 18] vai ficar o resto da população, já está na hora de o sr. presidente agir e, à semelhança de outras autarquias do país, tomar algumas medidas para salvaguardar a população que no final deste mês vai ficar com um rendimento mais reduzido.
Por isso, peço-lhe que considere e que tome medidas de imediato em que, já no mês de março, a água seja gratuita para a população, que os parquímetros sejam desligados para que as pessoas possam estacionar à vontade sem que sejam autuadas pelas forças de segurança, que o policiamento seja mais presente para que os “amigos do alheio” não se aproveitem desta situação, e que reduza o IMI.
Dr. Vítor Pereira, espero que esta carta aberta chegue até si e que lhe dê a importância que esta merece dado os tempos que correm e que acolha todas as medidas que lhe proponho e que as ponha em prática a partir do dia de hoje.

Sérgio Santos, Covilhã (18 de março)

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta