Vítor Pereira

A Câmara da Covilhã anunciou ter reduzido sete milhões de euros à dívida municipal em 2019, passando de mais de 76 milhões em 2018 para 69,3 milhões de euros. A trajetória de recuperação das contas não tem sido fácil e, desde 2013, Vítor Pereira tem procurado melhorar a imagem de “mau pagador”, nomeadamente junto dos fornecedores e credores. Por outro lado, com a melhoria das contas, a autarquia, que se queixa dos atrasos no Portugal 2020, tem assim margem para candidatar novos projetos e procurar novas soluções de futuro, o que sem uma trajectória de redução de dívida não seria possível.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta