CM Guarda

Escrito por Efigénia Marques

Desperdício de água e incapacidade para cobrar faturas levam a um prejuízo acumulado de 2,5 milhões euros. O presidente da câmara da Guarda diz que o cenário é “assustador” e que é preciso pôr em marcha um “Plano Marshall” para recuperar a dívida.
Recorde-se que Sérgio Costa foi responsável pelos SMAS até 2017 e pelo pelouro da água e saneamento básico desde final de 2013 a Março de 2020. Estranha-se que se mostre surpreendido com os números agora divulgados.

Sobre o autor

Efigénia Marques

Leave a Reply