Especial Festival da Castanha de Trancoso

5 por cento da castanha nacional é produzida em Trancoso

Castanha
Escrito por Efigénia Marques

Trancoso é responsável por 30 por cento da produção DOP Castanhas dos Soutos da Lapa e por cinco por cento da produção nacional deste fruto de outono, que rende cerca de 3 milhões de euros anuais para os produtores.
Para melhorar a produção e a qualidade da castanha, e aumentar o rendimento dos agricultores, a autarquia conta com o apoio da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) através de um acordo de cooperação que vigora desde 2015 e foi prorrogado até 2024. Esta parceria consiste na implementação de práticas de cultivo conducentes à melhoria da produtividade do castanheiro no concelho mediante «a realização de um conjunto de ações de experimentação em soutos disponibilizados para o efeito», bem como através da transferência de conhecimentos para o Gabinete Técnico da autarquia e para os produtores.
O protocolo implica ainda a instalação de uma unidade de demonstração num souto adulto, pertença de um produtor do concelho, e atividades com grupos de produtores com vista à sua sensibilização para a adoção das práticas culturais mais adequadas às variedades de castanheiro e às especificidades climáticas e de solo da região. «Proporcionará também a realização de uma tese de mestrado tendo como objeto de estudo a produção de castanha no concelho e sua melhoria, a conceção e edição de um livro sobre melhores práticas de cultivo e a efetivação de jornadas técnicas anuais sobre as problemáticas da fileira da castanha», recorda o município. Em comunicado, a Câmara liderada por Amílcar Salvador acrescenta que esta colaboração destina-se a «desenvolver, melhorar e aumentar a produção de castanha no concelho, inserindo esta ação no eixo estratégico de desenvolvimento que representa o reforço das atividades agrícolas».
Segundo dados oficiais, a área de castanheiro evoluiu de 855 hectares em 1999 para 1.348 hectares em 2009, o que representou um aumento de 57 por cento só no concelho trancosense. De então para cá, segundo o Recenseamento Geral Agrícola (RGA) de 2019, nesse ano a área de castanheiro aumentou 22 por cento, sendo de 1.641 hectares nesse ano. Ciente da importância do setor, o município dedica anualmente à castanha uma feira que decorre no Pavilhão Multiusos no final de outubro, princípio de novembro.

Sobre o autor

Efigénia Marques

Leave a Reply

Financiamento