Economia

Governo exclui restaurantes da primeira fase de reabertura do comércio

Escrito por Luís Martins

Na próxima segunda-feira só vão reabrir as lojas até 200 metros quadrados, com porta para a rua, bem como os cabeleireiros, as livrarias e os stands de automóveis. Os restaurantes e as lojas com até 400 metros quadrados poderão voltar a funcionar a partir de 18 de maio.

O plano de reabertura da atividade económica foi apresentado aos parceiros sociais e aos partidos pelo Governo dá prioridade ao pequeno comércio e estipula que a utilização de máscara será obrigatória, noticia o jornal “Público” no seu site.

Já os centros comerciais só retomarão a atividade a 1 de junho. Contudo, o Governo vai rever as medidas de desconfinamento a cada 15 dias, conforme a evolução da situação epidemiológica do país.

O diário acrescenta que as decisões sobre as reaberturas, em particular de espaços superiores a 400 metros quadrados, podem ser tomadas a nível autárquico, desde que devidamente fundamentadas pelas entidades de saúde.

O primeiro-ministro, António Costa, vai anunciar na quinta-feira as medidas de reabertura gradual da economia portuguesa.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já anunciou que o estado de emergência, que termina a 2 de maio, não será renovado, mas avisou que o surto não terminou e que as medidas de contenção, higiene e distanciamento social têm que continuar.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta