Desporto

Sp. Covilhã reforça-se nos campeonatos de sub-23 e de Portugal

Escrito por Jornal O Interior

Clube comemorou 97 anos a 2 de junho e o presidente José Mendes pediu «corrente positiva» em torno dos projetos da Academia e da última fase da melhoria do Santos Pinto

João Cardoso, Jaiminho e Léo são as mais recentes contratações dos “leões da serra”

O plantel do Sp. Covilhã para a próxima época começa a definir-se e na última semana o clube anunciou mais três reforços e confirmou duas saídas.
Os avançados Leonardo Cá, Jaiminho e o médio João Cardoso são as aquisições mais recentes, enquanto Bonani e Jean Baptista deixam a Covilhã, tal como Zarabi. Nesta fase o emblema serrano foi ao mercado dos campeonatos de sub-23 e de Portugal, tendo contratado Jaime Pinto, mais conhecido por Jaiminho, ao Rio Ave. Com 22 anos, o filho de Jaime Graça, antigo jogador do Covilhã, alinhou na época transata nos sub-23 da formação de Vila do Conde onde marcou três golos em 15 jogos. Do mesmo escalão vem o médio João Cardoso, de 23 anos, que jogou no Estoril-Praia e apontou três golos em 31 partidas. Já Leonardo Cá, mais conhecido por Léo, vem do Lusitânia de Lourosa, que disputou a liderança da Série C do Campeonato de Portugal onde marcou dez golos em 25 jogos. O avançado tem 25 anos e o quarto reforço do Covilhã, juntando-se a David Santos (ex-Canelas).
Nos planos do técnico Daúto Faquirá para a próxima temporada já não está Bonani, uma peça influente na equipa e líder a classificação das assistências na IIª Liga, que não renovou. «Tenho um grande gosto pelo clube, a experiência foi muito boa, mas já estou na terceira época e gostaria de ter a oportunidade de conhecer outros clubes», disse o avançado. De saída está também outro brasileiro, o médio Jean Baptista, que não chegou a acordo com os “leões da serra”. Quem vai continuar no Sp. Covilhã é Gilberto, Joel Vital, Igor Araújo, Jaime e Kukula, quatro dos atletas mais regulares da equipa ao longo da temporada interrompida em abril. Daffé e Filipe Cardoso são outros jogadores dados como certos para o próximo campeonato da IIª Liga, sendo que o clube está a negociar a continuidade de Brendon, Mica Silva, Tiago Moreira, Daniel Martins, Rodrigo Martins e o do guarda-redes Carlos Henriques.
No passado dia 2 o clube comemorou 97 anos e o seu presidente pediu que se crie «uma corrente positiva» para concretizar os objetivos do Covilhã, que terminou a IIª Liga no 11º lugar após um início de temporada muito forte sob o comando de Ricardo Soares, contratado em dezembro pelo Moreirense, da Iª Liga. Numa mensagem divulgada na página na Internet dos serranos, José Mendes falou na construção da Academia e da última fase da requalificação do Estádio José Santos Pinto, cujas obras serão a executadas «consoante as realidades do clube». «Quero pedir o apoio de todos os sócios, empresários e instituições da cidade, que se unam em torno do clube para que, com ajuda de todos, se concretizem estes sonhos, que são o futuro» do Sporting da Covilhã, escreveu o dirigente na nota.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta