Desporto

Sp. Covilhã atrasa-se com empate frente ao Leixões

Escrito por Jornal O Interior

Serranos somaram em Matosinhos o primeiro ponto para a IIª Liga nos três últimos jogos e recuaram para o oitavo lugar da classificação

O Sp. Covilhã empatou a zero em Matosinhos com o Leixões no sábado e voltou a “cair” na classificação da IIª Liga. Os serranos somaram o terceiro jogo sem vencer e são agora oitavos da geral a doze pontos dos lugares de subida.
O encontro da 22ª jornada foi repartido, com as equipas a protagonizarem boas jogadas e algumas oportunidades de golo em que sobressaíram os dois guarda-redes com defesas determinantes. O Covilhã entrou mais cauteloso e defensivo, tendo apostado sobretudo na retenção de bola a meio campo para segurar o jogo. A estratégia de baixar o ritmo da partida surtiu efeito na primeira meia hora, período em que pouco houve a registar. A exceção foi protagonizada por Tiago Moreira, aos 27’, com o primeiro remate enquadrado do desafio. O Leixões também contribuiu para esta fase morna jogando sem intensidade, cabendo ao estreante Joca, reforço cedido pelo Rio Ave, o protagonismo com algumas jogadas de interesse, como aos 33’, mas sem consequência.
Os locais deram a volta ao texto dos serranos e, aos 34’, André Claro desperdiçou uma boa ocasião para marcar. Dois minutos depois foi Amine, que, isolado pelo inevitável Joca, viu Carlos Henriques negar-lhe o golo com uma grande defesa. O susto antes do intervalo resultou e os visitantes entraram mais determinados na segunda parte e conseguiram várias aproximações à baliza de Stefanovic. O guarda-redes do Leixões teve de se aplicar para segurar o empate, com destaque para a enorme defesa a remate de Rodrigo Martins, aos 59’. O avançado serrano esteve em destaque no segundo tempo, tendo saído dos seus pés e jogadas os melhores lances ofensivos da equipa. Contudo, o resultado, que beneficia mais o Leixões, não sofreu alterações.
O Sp. Covilhã conta 32 pontos, os mesmos que a Académica, e este domingo recebe o Desportivo de Chaves, atual 14º classificado.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta