Cultura

Ovo de Colombo: Dead Combo em digressão de despedida

Escrito por Jornal O Interior

Os Dead Combo surgiram em 2003 juntando a dupla Tó Trips e Pedro V. Gonçalves que rapidamente se tornou numa das mais aclamadas bandas portuguesas.
Influenciada por géneros musicais como o rock, o fado, o jazz e alguns elementos da música portuguesa, o duo criou um estilo musical próprio e desenvolveu uma forte presença, não só em Portugal, como no estrangeiro, sendo que no ano de 2012 foram convidados a atuar em Cannes, na estreia do filme “Cosmopolis”, realizado por David Cronenberg e produzido por Paulo Branco.
Passados 16 anos de criação musical, o ano de 2020 será o fim deste grupo que, em tom de despedida, está em digressão pelo país. A última tournée dos Dead Combo começou no passado fim de semana no local onde nasceram, a Galeria Zé dos Bois, em Lisboa, e no dia 11 de janeiro passa pelo Cine Teatro Avenida, em Castelo Branco.
O sexto e último álbum da banda, “Odeon Hotel”, foi produzido por Alain Johannes e distingue-se por uma diversidade de sons e diferentes contribuições de outros artistas, com o objetivo de representar toda a essência da cidade Lisboa do séc. XXI e de reunir num só álbum todo o percurso dos Dead Combo.

Joana Rebelo

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta