Cultura

Ovo de Colombo: Bobby McFerrin

Escrito por Jornal O Interior

Robert McFerrin Jr., conhecido por todos como Bobby McFerrin, nasceu em Manhattan, em 1950. Os pais eram cantores, tendo o pai sido o notável barítono Robert McFerrin – que marcou a história da música ao tornar-se o primeiro homem negro a cantar na Metropolitan Opera, em Nova Iorque.
Bobby teve por isso, desde o princípio da sua existência, influências e experiências que o fizeram interessar-se pela música e pela voz, mas o legado que ele mesmo construiu é completamente original e inovador, tendo rompido com as expectativas habituais associadas aos cantores e conseguido criar um novo universo vocal com o seu extraordinário e versátil virtuosismo.
Ao assistirmos à sua performance, a sensação que temos é a de que nada é impossível. Bobby cobre todos os géneros musicais e tecituras vocais, do clássico ao jazz, do reggae à improvisação livre, em performances de um só homem em palco, sem qualquer acompanhamento, em incríveis demonstrações de percussão vocal, técnica na qual é perito, e de perfeita conjunção de melodia e harmonia numa única voz a solo.
Estar entre o público de um dos seus espetáculos foi uma das melhores experiências musicais ao vivo que presenciei. Tivemos a sorte de o ter em Portugal pela última vez em 2012, no Multiusos de Guimarães.

Joana C. Pereira

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta