Cultura

Colóquios e exposição na BMEL nos 40 anos de vida literária de Miguel Real

Escrito por Jornal O Interior

A Guarda associa-se às comemorações dos 40 anos de vida literária, ensaística e dramatúrgica de Miguel Real com a realização de colóquios e uma exposição.
A mostra “Miguel Real 40 anos de vida literária” é inaugurada esta sexta-feira na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL), onde decorre também, a partir das 14h30, o colóquio “Miguel Real – 40 anos de escrita: ensaio, ficção”. Ainda no âmbito da homenagem, para 6 de novembro está agendado o colóquio “Miguel Real – 40 anos de escrita: a (re)criação dramatúrgica” e a representação da peça de teatro “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, de José Saramago com adaptação dramatúrgica de Miguel Real e Filomena Oliveira, no TMG. A 6 de dezembro terá lugar o colóquio “Miguel Real – 40 anos de escrita: o romance histórico no século XXI”, também na BMEL. Este ciclo evocativo é promovido pela Universidade da Beira Interior, em parceria com o Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, a Academia Lusófona Luís de Camões, o Instituto Europeu de Ciências da Cultura – Padre Manuel Antunes, o Instituto Fernando Pessoa, o Observatório da Língua Portuguesa, bem como diversos municípios.
Miguel Real (1953) é o pseudónimo literário de Luís Martins. O autor multipremiado possui uma vasta obra dividida entre o ensaio, a ficção e o drama, este último em colaboração com Filomena Oliveira. Publicou os romances “As Memórias Secretas da Rainha D. Amélia”, “A Guerra dos Mascates”, “O Feitiço da Índia”, “A Cidade do Fim”, “O Último Europeu” e “Cadáveres às Costas”. Quanto a ensaios editou “Nova Teoria do Mal”, “Nova Teoria da Felicidade”, “Portugal – Um país parado no meio do caminho”, “Nova Teoria do Sebastianismo”, “Nova Teoria do Pecado” e “Fátima e a Cultura Portuguesa”. É colaborador permanente do “Jornal das Letras”, onde faz crítica literária.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Leave a Reply

Financiamento