Arquivo

Paulo Alberto conquista título de motocrosse em Fernão Joanes

Prova atraiu muita gente ao Crossódromo das Lages no último domingo

Mais uma vez, velocidade e adrenalina foram ingredientes que não faltaram na pista de motocrosse de Fernão Joanes, no concelho da Guarda, no último domingo para a quinta e última prova do Nacional de Elite.

Paulo Alberto conquistou pela primeira vez o título máximo após um renhido duelo com Luís Correia, vencedor do ano passado. A pista foi também palco de consagração para os campeões das restantes classes: Luís Correia (MX1), Sandro Peixe (MX2), Pedro Carvalho (júnior) e Jorge Maricato (iniciados). Na Elite, Paulo Alberto e Luís Correia chegaram à última prova do Nacional em igualdade pontual, pelo que foram obrigados a desempatar em Fernão Joanes, numa corrida cheia de emoção e incerteza. Os dois pilotos seguiram sempre colados ou muito próximos entre si até à penúltima das 20 voltas à pista, empolgando o muito público presente numa tarde de muito calor. Luís Correia liderou durante 14 voltas, mas à 15ª deixou-se ultrapassar pelo principal adversário que não mais largou a frente da corrida.

A fechar o pódio, com uma volta de atraso, ficou Hugo Santos, à frente de Nelson Silva e João Vivas, o melhor representante de MX2. O único piloto da região na prova de Elite foi o senense Mário Patrão, que terminou na nona posição. Na corrida de MX1, com 15 pilotos, Luís Correia só precisava de um quinto posto para arrebatar o título e cumpriu o objetivo. Paulo Alberto comandou sempre e cruzou a meta isolado, deixando Luís Correia em segundo, uma posição mais do que suficiente para se sagrar campeão nacional. A prova de MX2 também era decisiva para a atribuição da coroa júnior, escalão em que Pedro Carvalho levou a melhor sobre a concorrência. No entanto, o segundo classificado, Sandro Peixe, também teve razões para sorrir, pois a vice-liderança chegou-lhe para ganhar o título nesta categoria.

Em iniciados, Jorge Maricato concluiu a época invicto, tendo vencido as oito provas realizadas. A Associação Cultural e Recreativa de Fernão Joanes, que organizou a prova, faz um balanço «bastante satisfatório» do evento, que «superou as nossas expetativas, teve muito público e a prova principal foi muito emocionante, com os pilotos a darem um grande espetáculo». António Bico, presidente da coletividade, adiantou que, «entre público, patrocinadores, convidados, “staff” e acompanhantes», terão passado pelo Crossódromo das Lages 3.500 pessoas. Quanto aos bilhetes vendidos, cujo preço era de seis euros, a contagem definitiva ainda não tinha sido divulgada na tarde da última segunda-feira, mas o dirigente indicou que, na véspera, «a meio da tarde a venda já tinha sido superior aos cerca de mil do ano passado». Para o ano, é praticamente certo que o melhor do motocrosse nacional vai passar por Fernão Joanes e «possivelmente voltará a ser a última prova».

Ricardo Cordeiro Paulo Alberto (número 211) já ultrapassou Luís Correia rumo ao triunfo final

Paulo Alberto conquista título de motocrosse
        em Fernão Joanes

Sobre o autor

Leave a Reply